quarta-feira, agosto 24, 2005

A Praga das Mini-Motos

O meu primeiro post tinha que ser actual, e nada melhor que as irritantes mini-motos que invadiram Sande nos últimos dias. Digo irritantes porque como sabem a recta da estrada que passa junto a minha casa é a melhor pista de fórmula 1 das redondezas, e o último grande prémio nocturno é o das mini-motos. Escusado dizer que não adormeço ultimamente antes das 2 da manhã.
Bem, mas já se interrogaram sobre o porquê de motas tão pequenas? Será que as mesmas não foram feitas para pessoas pequenas? Ahhh, começo a entender...apesar da estatura de muito boa gente...começo a entender onde as coisas são pequenas...isto tudo já me faz lembrar o anúncio do eco-ponto...E como já dizia um bom amigo meu: mais não digo porque também não sei...

2 comentários:

pirata disse...

E não se pode ficar só pelas mini-motos,então e as mini-garrafas?
Sim,sim,as minis e as superboas que bem geladas fazem tremer,para não dizer abanar algumas ilustres personalidades locais.

Hemorróidas disse...

As mini-motos... um bom tema de ser abordado, até digo mais, só não aderi a essa onda das mini motas porque está mais que visto que com o meu problema hemorroidal ia sofrer demasiado por um fim que não o merece.. a dor sim, mas aliada ao prazer...e que prazer dá andar numa mota feita para putos?? deve é dar dor de costas e tudo o resto para não falar novamente das hemorróidas... Fosga-se.. escapou-se.
Espero que tenham sensibilizado os motorratos das mini motas para não andarem aí a fazer barulho, senão falem directamente com os Marroquinos(empresários ambulantes) para eles venderem tudo menos as mini-pragas.. ou mini-motos..