sábado, março 31, 2007

A bela e o möestro


Quando já todos deram os créditos e mérito á TVI, eis que a verdade toma as características do azeite e.... vem ao de cima!! A bela e o möestro ou melhor, a burra e o möestro têm mesmo ligação muito directa com o fenómeno, a Bela e o Mestre, e no fundo, em ambos apenas podemos encontrar um bom conjunto de burros!!!
A burra e o möestro, mais um fenómeno de Sande-city, quem diria, aquele sítio onde não se passa muito, consome-se bastante (???), e onde acontecem coisas... Coisas essas que por vezes desafiam as leis da Física e quiça as da lógica de raciocínio, isto para quem o tem, sobretudo para quem o usa... Bem, dizem por aí, os entendidos, ou curiosos, não importa muito, porque se dizem é porque têm algum fundamento, que a burra era assim pro frágil e burra, lá está... e então teve que ter aulas particulares com o möestro, bem nas aulas fala-se disto, fala-se daquilo, aqueles que fazem, os que acontecem, mas ensinar que é bom.. Nada!! Zero!
Bom, se o que diziam ainda não era bem o se sabia ou queria que se soubesse, as aulas foram se prolongando de sessão em sessão, mas a nossa burra era cada vez mais burra e de nada valia um möestro experiente e sabido....
Isto de falar muito de burros está a tornar-me sensível á causa, vai daí e para que não cause mais estragos em estábulos alheios, há que ficar pela razão.. Vê quem pode, come quem quer !

Por melhores que nós sejamos, por mais longe que alcançarmos ou viajamos, por mais puras que sejam as nossas intençoes, seremos sempre julgados não pelo que somos capazes, mas pelo que nos vêm fazer.. por isso nunca vais ser verdadeiramente julgado pela roupa que vestes ou pela maneira como falas, antes pela merda q fazes!! Porque se fizeres bem, poucos te julgarão, os que julgarem é que estão errados...


"Na vida tudo passa, até a uva passa!"

1 comentário:

Mestre Lenhador disse...

Boas!
Já há muito tempo que não 'trocavamos ideias'. Que é feito de ti? Assumo que estejas a estudar fora (por causa daquilo que dissest do util aliado ao futil :D). É verdade, decidi mudar de estilo, mas lá no fundo não mudou nada. Eu continuo a ser o mesmo, só que agora mais livre, sem estar preso aquela identidade e a poder escrever praticamente sobre tudo que me der na real gana :p prefiro assim, para manter o espirito jovem hehe fica bem e volta sempre que és bemvindo ;) abraço